EsporteOutros Destaques

Naviraiense confirma desistência e Estadua

O Campeonato Sul-Mato-Grossense de 2018 sofreu mudanças importantes na manhã desta sexta-feira (1º). Em reunião na sede da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) entre dirigentes da entidade e representantes dos clubes, foi confirmada a desistência do Naviraiense, fazendo com que a competição fique com apenas 11 participantes. Além disso, um quadrangular decisivo foi acrescido na fase final, desta forma, o torneio não terá uma decisão valendo o título após 12 anos de disputas eliminatórias para conhecer o campeão.

Campeão estadual em 2009 e vice em três outras ocasiões, o Jacaré já dava indícios do possível licenciamento desde 2016, quando perdeu o apoio da Prefeitura de Naviraí, seu principal investidor, e passou a ter dificuldades para montar elencos, lutando contra o rebaixamento nos dois últimos estaduais. O clube está sem diretoria desde junho, quando o presidente Sérgio Stefanello e todos os demais gestores renunciaram aos cargos.

Como fica o estadual 2018

Sem o Naviraiense, o substituto natural seria o Cena, de Nova Andradina, terceiro colocado da Série B deste ano, porém, de acordo com o diretor de Competições da FFMS, Marco Tavares, o Tricolor recusou a vaga. Desta forma, a primeira divisão segue no mesmo formato na fase inicial, com um grupo composto por seis equipes e outro com apenas cinco times.

Distribuição

Ao contrário do que havia sido definido no Conselho Arbitral, no último dia 14/11, onde o campeão da Série B integraria o grupo A e o vice a chave B, clubes e Federação decidiram fazer a distribuição de Operário de Dourados e Misto, times que conquistaram o acesso, por fatores geográficos.

Desta forma, o Carcará foi confirmado no grupo A, ao lado de Comercial, Costa Rica, Novo, Operário e União/ABC, enquanto o Operário AC irá para a chave B, junto a Águia Negra, Corumbaense, Sete de Dourados e Urso de Mundo Novo.

Rebaixamento

Com o desfalque de um time na chave B, o sistema de rebaixamentos também será modificado em 2018. Diferente do que vinha acontecendo nos últimos anos, não mais cairá um clube por chave, sendo despromovido apenas o pior time da competição, independente do grupo.

Assim, o estadual terá apenas um rebaixado e não dois, com o projeto de retornar ao número de 12 equipes em 2019, somados aos 10 que permanecerem os dois promovidos através da Série B de 2018.

Segunda fase e quadrangular

Apesar do número de equipes, a fórmula de disputa será praticamente a mesma às edições anteriores, com os quatro melhores de cada grupo se classificando para a segunda fase, onde haverão cruzamentos entre as chaves, com o melhor de um grupo, enfrentando o pior classificado da outra.

A novidade, porém, virá na fase seguinte, onde não acontecerão mais as semifinais e sim um quadrangular entre os quatros classificados na fase anterior. Neste último módulo, os sobreviventes se enfrentam em turno e returno para definir o campeão.

Na tarde desta sexta-feira a FFMS deverá publicar o novo regulamento, assim como a tabela atualizada, sem as partidas do Naviraiense e já com a inclusão de Misto e Operário AC. O Estadual tem início previsto para o dia 17 de janeiro.

Com informações, MS Esporte Clube

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close