DestaqueEldoradoNotíciasPolítica

Sessão legislativa de Eldorado conta com a participação popular

População se revolta com reajuste salarial de vereadores

Os eldoradenses estiveram na sessão ordinária da última terça-feira (29) no Plenário da Câmara de Vereadores de Eldorado, Edifício Durval Caseiro, para repudiar o reajuste salarial dos vereadores. O aumento foi aprovado na legislatura anterior.

O presidente da Casa de Leis, Nenny Anderson (PDT) no último dia 21, aprovou o repasse de pouco mais de mil reais, com retroativo para o dia 1º de agosto; período – até 31 de dezembro de 2017.
Conforme o presidente não seria  necessário a publicação do que foi acordado e aprovado em  2016, o reajuste de prefeito, vice e vereadores, preferindo  para o caminho da transparência.
Nos primeiros meses foi acordado entre os vereadores manter-se o mesmo teto salarial diante às dificuldades financeiras, nos valores de R$ 6.250,00 ao  vereador. Foram revistos os valores no segundo semestre, a partir da aposentadoria de um servidor público do Legislativo, com saldo salarial de R$ 16.000,00 mensais. 
Em detrimento o que foi aprovado em 2016 pelos vereadores da gestão passada, o atual parlamento municipal tem o direito em receber R$ 7.300,00,  cada um.
Conforme Lei fixada pela federação: municípios com até 100 mil habitantes, o repasse do Executivo ao Legislativo é de 7% da receita municipal. Eldorado conta com 9 vereadores, representando os 12.224 eldoradenses, estimativa do IBGE 2017.
Quanto no recinto como nos arredores da Câmara Municipal, os participantes do manifesto  justificavam como importuno a decisão, com municípios em crise e servidores com seus salários defasados, entre outros argumentos.
Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close