DestaqueVariedades

PEDROSSIAN DEIXA UM LEGADO DE TRABALHO

Pedro Pedrossian morreu em casa, aos 89 anos de idade. Governou o velho Mato Grosso e, depois, o novo Mato Grosso do Sul Foi ele um verdadeiro “tocador” de obras, tendo construído quase todas as grandes obras, que ainda são lembradas pelo povo. Deixa ele um legado e admiração em todas as esferas políticas. Despediu-se do mundo na madrugada do dia 22 de agosto, terça-feira. Pedro Pedrossian foi um homem íntegro e espiritualizado. Conforme membros de sua família, “Morreu dormindo, sem sofrimento”. O sepultamento do líder maior dos sul-mato-grossenses aconteceu no cemitério Parque das Primaveras, no mesmo dia.

Pedrossian foi governador por três vezes, de 1966 e 1971. Em 1980, foi nomeado para comandar Mato Grosso do Sul, posto que retomou em 1991, quando foi eleito nas urnas. Com a vida forjada nos caminhos de ferros da Noroeste do Brasil, o engenheiro civil Pedrossian estreou na política com absoluto sucesso. Na década de 1960, sem condições financeiras, ele embarcou em um avião de pequeno porte, na aventura de rodar o extenso Mato Grosso, à época uno. A população correspondeu às propostas e Pedro Pedrossian foi eleito governador. Depois disso, teve ele uma caminhada vitoriosa, sendo o ícone maior da política nos dois estados.

Legenda da Foto: o jornalista Jairo de Lima Alves com o governador Pedro Pedrossian, em julho de 1982.

 

 

 

 

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Close
Close